Perspectiva Global Reportagens Humanas

Unesco destina quase US$ 100 mil a projeto audiovisual para índigenas BR

Unesco destina quase US$ 100 mil a projeto audiovisual para índigenas

“Vídeo nas Aldeias”, do Brasil, foi escolhido ao lado de iniciativas de Moçambique, África do Sul, Camboja entre outras.

[caption id="attachment_210071" align="alignleft" width="350" caption="Foto: Vídeo nas Aldeias"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Um projeto brasileiro  “Vídeo nas Aldeias” foi escolhido para receber um financiamento equivalente a R$ 170 mil da Unesco, a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura.

O projeto apoia documentaristas indígenas que produzem filmes para crianças em escolas do país. O objetivo é apresentar a diversidade cultural do Brasil a alunos.

Treinamento de Pessoal

O “Vídeo nas Aldeias”, criado em 1986, foi escolhido ao lado de outras 16 iniciativas de vários países incluindo Moçambique, África do Sul, Zimbábue e Camboja.

Ao todo, serão destinados aos projetos realizados em países em desenvolvimento US$ 1,3 milhão em financiamento. As iniciativas abrangem treinamento de pessoal, programas educativos e apoio a projetos culturais.

Um outro programa contemplado pelo patrocínio da Unesco foi o projeto VizArt, da Bósnia-Herzegovina, que tenta mapear a indústria cinematográfica do país para promover mais produções no setor, além de estimular o potencial econômico da realização de filmes.