Mais de um milhão de crianças voltam às aulas na Líbia após conflito
BR

9 janeiro 2012

Alunos ficaram 10 meses fora da escola por causa dos confrontos entre opositores do ex-líder líbio Muammar Kadafi e forças do governo; muitos colégios foram transformados em centros de assistência humanitária.

[caption id="attachment_209831" align="alignleft" width="350" caption="Foto: Unicef"]

Joyce de Pina, da Rádio ONU em Nova York.*

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, informou que mais de 1,2 milhão de crianças voltaram à escola após 10 meses de interrupção, na Líbia.

Os alunos foram impedidos de continuar o ano letivo por causa dos confrontos entre tropas do governo e opositores do ex-líder do país, Muammar Kadafi, que foi morto em 20 de outubro.

Ajuda Psicológica

A volta às aulas ocorreu no sábado, uma vez que sexta-feira é dia de folga na Líbia. Por causa dos confrontos sangrentos, que mataram milhares de pessoas, muitas escolas líbias acabaram se tornando centros de assistência humanitária.

Segundo o Unicef, o conflito na Líbia deixou marcas nas crianças. Muitas estão precisando de ajuda psicológica para retornar aos estudos. Cerca de 27 milhões de livros didáticos serão revisados ou impressos para o novo ano escolar.

Cerca de 10 milhões já foram distribuídos aos alunos.

O Unicef também informou que uma das preocupações é que as crianças deslocadas pela violência retornem aos bancos escolares.

*Apresentação: Eduardo Costa Mendonça.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud