Mais de um milhão de crianças líbias voltam à escola depois de uma ausência de quase um ano

6 janeiro 2012

Dez meses depois de as salas de aula na Líbia terem sido evacuadas, muitas das quais transformadas em centros de assistência humanitária ou em centros para operações militares, a ONU e os parceiros locais conseguiram recuperar os espaços e devolvê-los aos donos.

Joyce de Pina, da Rádio ONU em Nova Iorque.

De acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, mais de 1,2 milhões de crianças líbias, privadas de aulas há 10 meses, vão poder regressar à escola a partir deste sábado.

Durante a crise que assolou o país nos últimos meses, os mais pequenos viram as salas de aulas das escolas transformadas em centro de ajuda humanitária ou mesmo centros para operações militares. Muitas dessas crianças, de acordo com o Unicef, sofreram profundos traumas emocionais com a situação, e com a perda de entes queridos durante os confrontos.

Vida Nova

Meses depois das evacuações, e depois de muita limpeza, obras e remodelações, as salas de aula vão poder se devolvidas aos alunos.

De acordo com o Unicef, 27 milhões de livros revistos vão ou estão a ser impressos e 10 milhões já foram entretanto distribuídos.

Regresso à Escola

O regresso à escola destas crianças é visto como primordial para que estas possam, de certa forma, regressar a uma “vida normal”.

Uma das grandes preocupações do Unicef neste momento é certificar-se de que as crianças deslocadas estão a regressar às escolas e que a maioria já se tenha registado para o novo ano letivo que vai começar.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud