Para especialista do Brasil, afrodescendentes estão se afirmando no país

6 janeiro 2012

Em entrevista à Rádio ONU, um dos responsáveis da Fundação Gilberto Freyre, nome do antropólogo autor do conceito de “lusotropicalismo”, afirmou que os brasileiros “se enriquecem culturalmente aos buscar suas raízes africanas.”

[caption id="attachment_209721" align="alignleft" width="350" caption="Gilberto Freyre Neto"]

Joyce de Pina, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Em 2011, as Nações Unidas comemoraram o Ano dos Povos Afrodescendentes com uma série de eventos, palestras e concertos em todo o mundo.

Um relatório da organização indicou que existem 150 milhões de afrodescendentes na América Latina e nas Caraíbas. Mas muitos outros  milhões vivem fora de África e do continente americano.

Direitos

Paras as Nações Unidas, a comunidade de ascendência africana tem de ver os seus direitos promovidos e protegidos, como qualquer outro grupo da sociedade.

No censo brasileiro realizado em 2011 os afrodescendentes apareceram, pela primeira vez, como a maior parte da população do país.

Processos

Gilberto Freyre Neto, coordenador da Fundação Gilberto Freyre, falou à Rádio ONU, no ano passado, sobre o que chamou de um processo “culturalmente enriquecedor” da descoberta das raízes africanas.

“Acho que tem um posicionamento muito interessante no Brasil que é a autovalorização da morenidade. Temos visto números muito interessantes em relação a este processo de autoafirmação. As pessoas estão a ver-se mais brasileiras, mais morenas, e esse é talvez um dos processos mais ricos de autoafirmação que existe.”

Recorde-se que o antropólogo Gilberto Freyre é autor do clássico “Casa Grande & Senzala”, obra que desenvolveu o conceito de “lusotropicalismo”.

O Grupo de Trabalho de Peritos da ONU sobre Pessoas de Ascendência Africana afirmou que pessoas desta faixa populacional enfrentam menor acesso à justiça, educação, emprego, saúde e habitação.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud