África do Sul assume Conselho de Segurança promovendo parcerias
BR

5 janeiro 2012

País ocupa a presidência rotativa do órgão neste mês de janeiro incentivando mais participação de organizações regionais, como a União Africana, no trabalho com a ONU.

[caption id="attachment_209662" align="alignleft" width="350" caption="Baso Sangqu"]

Joyce de Pina, da Rádio ONU em Nova York.*

A África do Sul assumiu a presidência rotativa do Conselho de Segurança, neste 1º de janeiro, prometendo promover mais parceria entre a ONU e as organizações regionais.

Segundo o país, que ocupa um assento no Conselho de Segurança, pela segunda vez, em três anos,  a União Africana, por exemplo, pode ajudar a ONU a encontrar soluções para conflitos em seu próprio continente.

Estabilidade

O embaixador sul-africano, Baso Sangqu, falou à Rádio ONU sobre alguns temas que o Conselho deve tratar neste mês.

Segundo ele, serão discutidos Somália, Sudão, a justiça e o respeito pela lei, Oriente Médio e Líbia. A África do Sul também deve realçar a União Africana como ator preponderante na promoção da paz e estabilidade.

O embaixador indicou que a União Africana já tem colaborado com  intervenções para a paz e segurança no continente, e que a organização conhece bem o terreno.

Membros Permanentes

Baso Sangqu afirmou que o continente africano não é muito representado no Conselho de Segurança porque não tem membros permanentes no órgão.

Ele disse que espera que o debate sobre a reforma do Conselho continue e que 2012 seja um ano que resolva, finalmente, as questões palestina e do Saara Ocidental.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud