Energia sustentada na linha da frente em 2012

28 dezembro 2011

Nações Unidas querem que os setores privado e público se associem à iniciativa; campanha pretende sublinhar a importância da energia no desenvolvimento e aliviar da pobreza.

[caption id="attachment_209410" align="alignleft" width="350" caption="Foto: World Bank"]

Joyce de Pina, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Assembleia Geral das Nações Unidas designou 2012 como o Ano Internacional da Energia Sustentada para Todos, uma iniciativa que a organização considera vital para fortalecer as economias e proteger os ecossistemas.

De acordo com as Nações Unidas, quase mil milhões e meio de pessoas, em todo o mundo, não têm acesso à electricidade, por exemplo.

Cinco Prioridades

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon,  fez da energia sustentada uma das cinco prioridades para o seu segundo mandato de cinco anos, e quer usar a bandeira da energia sustendada como forma de combater a pobreza endémica.

Neste contexto, os setores privado e público são chamados a associarem-se à campanha com o objectivo de, até 2030, atingir três metas: garantir o acesso universal à energia e serviços relacionados, duplicar o nível da eficiência energética e duplicar a percentagem de energia renovável utilizada.

Um dos primeiros passos para atingir estes objectivos, na óptica da Nações Unidas, é estabelecer 2012 como o Ano Intenacional da Energia Sustentada para Todos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud