ONU junta-se à grife de moda britânica para combater tráfico humano
BR

28 dezembro 2011

Escritório sobre Drogas e Crime, Unodc, anunciou parceria com a Beulah London, nesta quarta-feira; iniciativa é parte da campanha “Coração Azul”, que apoia vítimas do tráfico de pessoas no mundo.

[caption id="attachment_209399" align="alignleft" width="350" caption="Foto: Unodc"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas firmaram uma parceria com a grife britânica Beulah London para combater o tráfico de seres humanos.

Nesta quarta-feira, o Escritório da ONU sobre Drogas e Crime, Unodc, informou que a grife se juntará à campanha “Coração Azul” da agência.

Comércio do Sexo

A iniciativa dá apoio a vítimas do tráfico humano em todo o mundo. Em comunicado, o Unodc informou que a escolha da grife britânica se baseou no trabalho que a empresa faz com mulheres que escaparam do comércio do sexo na Índia.

Em outubro, a Beulah London lançou uma linha de três produtos na sua coleção outono/inverno com o selo do “coração azul”. Todos os produtos: um vestido, um cachecol e uma bolsa, foram feitos por mulheres indianas que participam dos projetos apoiados pela empresa.

Um dos programas em Nova Délhi, capital da Índia, abriga 100 mulheres que conseguiram se livrar da indústria do sexo, algumas delas são soropositivas. Como parte do pagamento, as costureiras recebem um salário, seguro saúde, serviços de creche e treinamento profissional.

Apoio a Mulheres

Uma porta-voz da Beulah London disse que à medida que a grife cresce, eles deverão se dedicar, mais e mais, a projetos de apoio a mulheres que sobreviveram ao tráfico humano. O plano da empresa é organizar programas e treinamentos nesta área, na própria Grã-Bretanha.

A campanha do “coração azul” quer envolver todos os setores da sociedade na luta contra o tráfico humano.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud