Filipinas dão conta de 1453 mortos vítimas da tempestade tropical Washi

27 dezembro 2011

Socorristas ainda não chegaram a várias áreas afetadas; autoridades locais indicam que vítimas mortais podem chegar a duas mil pessoas.

[caption id="attachment_209304" align="alignleft" width="350" caption="Mais de 55 mil pessoas estão em centros de acolhimento"]

Joyce de Pina, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O governo das Filipinas indicou que 1453 pessoas morreram, vítimas da tempestade tropical Washi que assolou o país há duas semanas, e sublinhou que este é um valor provisório, já que as equipas de resgate ainda não chegaram a todas as localidades afetadas.

A responsável pela proteção civil do país, Ana Caneda, citada pela imprensa internacional, afirmou que “o odor a corpos em decomposição deixa antever um aumento no número de mortos”. Candea avança com a possibilidade de 2 mil mortos no total.

Distribuição de Tendas

A tempestade afetou a ilha de Mindanao, a maior do arquipélago. De acordo com agências humanitárias, mais de 55 mil pessoas estão em centros de acolhimento. Muitas aguardam a distribuição de tendas enquanto a reconstrução não começa.

Além de ferimentos, os principais desafios de saúde que a população enfrenta estão relacionados com infeções respiratórias e problemas dermatológicos.

No entanto, a falta de água potável está a afetar o modo como a assistência básica é administrada às vítimas.

As Nações Unidas lançaram um apelo adicional para angariar US$ 28 milhões para ajudar as vítimas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud