ONU que fim imediato de “violência inaceitável” na Síria
BR

23 dezembro 2011

Em nota, Secretário-Geral disse que está “gravemente preocupado” com escalada da violência; segundo agências de notícias, pelo menos 40 pessoas morreram na explosão de dois carros-bomba, na capital Damasco.

[caption id="attachment_208867" align="alignleft" width="350" caption="Ban Ki-moon"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu o fim imediato do que chamou “de violência inaceitável” na Síria.

Em nota, ele citou os dois atentados suicidas, nesta sexta-feira, que mataram pelo menos 40 pessoas e feriram mais de 100, na capital do país, Damasco. Os ataques ocorreram durante a explosão de dois carros–bomba.

Processo

Ban afirmou que está “gravemente preocupado” com a escalada da violência política no país. A repressão de forças de segurança a manifestantes contra o governo do presidente Bashar al-Assad já matou mais de 4 mil pessoas desde o início do ano.

O Secretário-Geral pediu o lançamento de um processo “crível, legítimo e inclusivo” liderado pela Síria e que possa atender às aspirações do povo do país.

Ban afirmou que as autoridades sírias devem implementar “rapidamente” o plano de paz apresentado pela Liga Árabe.

Ele ainda saudou a chegada de uma delegação do bloco à Síria como parte do envio de uma missão observadora ao país.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud