Mandato do Brasil no Conselho de Segurança entra na fase final
BR

23 dezembro 2011

País se despedirá do órgão em 31 de dezembro após dois anos de atuação como membro rotativo; na vaga latino-americana entrará Guatemala.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Após um mandato de dois anos no Conselho de Segurança, o Brasil deverá deixar o órgão das Nações Unidas neste 31 de dezembro. O país ocupou um dos 10 assentos rotativos do Conselho.

A vaga latino-americana será preenchida, a partir de 1º de janeiro, pela Guatemala.

Violência na Líbia

Em fevereiro, o Brasil assumiu a presidência da casa, que aprovou uma resolução histórica condenando a violência na Líbia.

Além da “Primavera Árabe”, os países-membros do órgão acompanharam o nascimento de uma nova nação: o Sudão do Sul e votaram a reeleição do Secretário-Geral das Nações Unidas para um novo mandato de cinco anos à frente da organização.

Nesta entrevista à Rádio ONU, de Nova York, a embaixadora Maria Luiza Ribeiro Viotti lembrou que a contribuição brasileira se baseou na articulação de consensos.

Alguns Pontos

“Foram dois anos de muita atividade no Conselho em que o Brasil procurou realçar alguns pontos. Por exemplo, a promoção da solução de conflitos, por meios diplomáticos, foi um dos temas que o Brasil procurou realçar no exercício de seu mandato nestes últimos anos. Nós insistimos muito na conveniência de que primeiro se exaurissem os recursos políticos antes de o Conselho recorrer a medidas coercitivas como sanções, por exemplo.”

Em 31 de dezembro, o Brasil encerrará o seu décimo mandato rotativo no Conselho de Segurança. O país, ao lado da Alemanha, da Índia e do Japão, além de outras nações, tem advogado pela reforma do órgão. A intenção brasileira é obter um assento permanente no Conselho, que hoje tem cinco membros nesta categoria: China, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha e Rússia.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud