Missão da ONU condena atentados que mataram 60 e feriram 180 no Iraque
BR

22 dezembro 2011

Governo informou que houve 14 explosões coordenadas na capital iraquiana, Bagdá; é a primeira série de ataques desde a retirada das tropas americanas do país.

[caption id="attachment_209224" align="alignleft" width="350" caption="Martin Klober"]

Joyce de Pina, da Rádio ONU em Nova York.*

As Nações Unidas condenaram, com veemência, uma série de ataques, ocorrida nesta quinta-feira no Iraque. Segundo agências de notícias, mais de 60 pessoas morreram e pelo menos 180 ficaram feridas.

O governo iraquiano informou que ao todo houve 14 explosões simultâneas na capital do país, Bagdá.

Prosperidade e Segurança

Em nota, o representante especial do Secretário-Geral da ONU, no Iraque, Martin Kobler, classificou os atendados de “crimes horrendos contra o povo iraquiano.”

Kobler disse ainda que a violência “tem de cessar para que o Iraque consiga alcançar a prosperidade e a segurança que o povo merece.”

O chefe da Missão da ONU no Iraque, Unami, afirmou que os líderes do país  “têm a obrigação de agir de forma rápida, responsável e unida” para enfrentar a “responsabilidade que têm de colocar um fim à violência”.

Esta é a primeira série de ataques desde a retirada das tropas americanas do Iraque. Os militares dos Estados Unidos e outros países estavam no terreno desde 2003, quando houve a invasão liderada por americanos e britânicos.

Martin Kobler reafirmou o compromisso das Nações Unidas em ajudar na construção de um Iraque “pacífico, democrático e próspero.”

*Apresentação: Mônica Villela Grayley.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud