Unesco promove literacia em África através de telemóveis

22 dezembro 2011

Agência quer pôr crianças a ler através de telemóveis; Fundação Shuttleworth disponibiliza textos de autores clássicos, entre eles o inglês William Shakespeare, em capítulos.

[caption id="attachment_209219" align="alignleft" width="350" caption="Foto: Unesco"]

Joyce de Pina, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Numa África do Sul onde há muitos telemóveis, uma das melhores formas de introduzir as crianças à leitura pode bem ser através do telefone portátil.

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, resolveu apoiar um projecto batizado “Cellphone Stories”, numa parceria com a Nokia.

Ler clássicos

A Fundação Shuttleworth, que é da África do Sul, encarregou-se de disponibilizar as histórias e os textos, em formato adaptado para leitura em telemóveis, no sítio na internet “Yoza Cellphone Stories”.

As crianças e os adultos interessados apenas têm de ir ao sítio e descarregar o material, por capítulos, para os telemóveis.

De acordo com a página da fundação, as reações dos leitores mais pequenos têm sido muito boas. Um menino que enviou um comentário disse que adorou “o livro, apenas queria que tivesse um fim.” E pediu: “Shakespeare, por favor dá-nos outro livro como este”.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud