ONU cria ponte aérea para refugiados do Sudão

20 dezembro 2011

De acordo com o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, pelo menos 50 mil pessoas estão necessitadas de ajuda urgente; o primeiro de 18 voos partiu de Nairobi, na manhã desta terça-feira, para o Sudão do Sul.

[caption id="attachment_209123" align="alignleft" width="350" caption="Pelo menos 50 mil necessitam ajuda"]

Joyce de Pina, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, deu início a uma ponte aérea com ajuda humanitária urgente para socorrer refugiados no Sudão do Sul.

O voo saiu de Nairobi, capital do Quênia, na manhã desta terça-feira. De acordo com o porta-voz do Acnur, pelo menos 50 mil pessoas estão necessitadas de ajuda.

Tendas

O Acnur agendou 18 voos Hércules C-130 para o transporte de quase 300 toneladas de bens de primeira necessidade. Além desta ponte aérea, o Alto Comissariado enviou 10 mil tendas para o país.

Os refugiados fogem da violência nos estados do Nilo Azul e de Kordofan.

O Sudão do Sul, o país mais jovem do mundo, tem recebido refugiados do Sudão desde Setembro.

Pelo menos 40 mil pessoas já cruzaram a fronteira nos últimos meses.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud