Chefe da ONU Mulheres, Michelle Bachelet, inicia viagem oficial ao Brasil
BR

14 dezembro 2011

Ex-presidente do Chile visitará Rio de Janeiro e Brasília; é a primeira missão ao país desde que assumiu o cargo de diretora-executiva da agência da ONU.

[caption id="attachment_208056" align="alignleft" width="350" caption="Michelle Bachelet"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

A chefe da ONU Mulheres, a agência que promove autonomia feminina e avanços da política de gênero, chega nesta quarta-feira a Brasília para sua primeira viagem oficial no cargo.

Michelle Bachelet, que foi a primeira mulher a presidir o Chile, tem encontros marcados com integrantes da bancada feminina no Congresso Nacional e líderes da sociedade civil. Ela também será recebida pela presidente Dilma Rousseff antes de embarcar para o Rio de Janeiro.

Forças de Paz

Na capital fluminense, Bachelet visitará a Comunidade do Cantagalo e o Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil. A participação de mulheres nas forças de paz é uma das prioridades dela.

Em uma entrevista à Rádio ONU, de Brasília, para comentar o papel de jovens na política, a deputada federal pelo Rio Grande do Sul, Manuela d’Ávila falou de algumas barreiras que as mulheres enfrentam  em cargos eletivos em questões de gênero e discriminação.

“De muitas formas, talvez a maior dela seja justamente quando se caracteriza as mulheres a partir dos pressupostos estéticos e não de trabalho. Eu, durante esses anos todos, muitas vezes, inúmeras, centenas de vezes, me deparei com a questão da minha idade, das questões relativas a minha estética e poucas vezes vi alguém tratar isso de forma politizada. Da maior parte das vezes foi para desmerecer a minha atividade profissional.”

Bolsa Família

Durante a sua viagem oficial ao Brasil, Michelle Bachelet, conhecerá programas de transferência de renda e inclusão social, e a experiência do Bolsa Família.

Ao encerrar a visita, no Rio de Janeiro, a chefe da ONU Mulheres será acompanhada pelo governador Sérgio Cabral, numa reunião de 100 líderes comunitárias.

O último compromisso na agenda de Michelle Bachelet será um encontro com o ministro da Defesa, Celso Amorim, para discutir o tema de “mulheres, paz e segurança.”

*Apresentação: Leda Letra.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud