União Africana: países devem usar extração mineira para desenvolvimento sustentável

12 dezembro 2011

Países tentam seguir uma visão de uso dos recursos minerais; segundo UA, o objetivo de rentabilidade tem impedido os progressos económico-sociais no continente.

[caption id="attachment_208757" align="alignleft" width="350" caption="Mineiros na África do Sul"]

Susete Sampaio, da Rádio ONU em Lyon.

Decorre nesta semana em Adis Abeba, capital da Etiópia, a Segunda Conferência de Ministros Responsáveis pelo Desenvolvimento de Recursos Minerais da União Africana, UA.

Até 16 de dezembro vai estar em cima da mesa o tema Construir um Futuro Sustentável para a Indústria da Extração Africana: da Visão à Ação, de acordo com comunicado da Comissão Económica para África, ECA.

Visão mineira

O título da conferência tem origem na Visão Mineira Africana, uma iniciativa adotada por Chefes de Estado e de Governo, durante a Cimeira da UA, em fevereiro de 2009.

Durante o evento, os vários participantes, entre eles funcionários do governo, doadores, representantes industriais e organizações da sociedade civil, devem informar o papel a desempenhar por cada um na área.

De acordo com o diretor sénior de Políticas da União Africana, Ayoup Elrashidi Zaid, este é o momento certo para os ministros se encontrarem e levar a Visão à ação, depois de há dois anos terem aceite o quadro de políticas para associar a exploração mineira ao desenvolvimento.

Desenvolvimento sustentável

A Visão parte do princípio que a exploração mineira pode funcionar como instrumento catalisador para o desenvolvimento sustentável.

Até ao momento, a atividade tem sido uma “espécie de enclave,” o que justificava segundo o comunicado da ECA, a fraqueza das relações económico-sociais dentro do continente africano.

De acordo com a iniciativa, os governos africanos preocuparam-se até agora mais com os rendimentos, do que no uso da exploração mineira como meio para o desenvolvimento.

Segundo Elrashidi Zaid, deve existir um corredor de passagem entre os países que estimule o espírito empresarial e que impulsione o negócio, uma espécie de super estrada do comércio.

A conferência vai lançar o Relatório Minerais e Desenvolvimento de África, realizado por uma equipa de especialista, do Grupo de Estudos Internacionais, criado pela ECA.

O estudo faz a análise dos regimes minerais atuais do continente africano e estabelece as políticas de implementação da Visão Mineira Africana. Tanto o relatório como essa Visão servem de base para o plano de ação que deve ser concluído na conferência.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud