Nações Unidas condenam ataques que mataram 58 no Afeganistão
BR

6 dezembro 2011

Explosões ocorreram na capital Cabul e na cidade de Mazar-i-Sharif; em nota, organização disse que atentados não têm justificativa.

 

 

[caption id="attachment_208505" align="alignleft" width="350" caption="Para Unama, ataques foram "brutais""]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A Missão da ONU no Afeganistão, Unama, condenou dois ataques a bomba, ocorridos nesta terça-feira, no país. Pelo menos 58 pessoas morreram nos atentados.

Segundo agências de notícias, a grande maioria das vítimas estava num templo, na capital Cabul, quando um homem-bomba invadiu o local.

Calendário Xiita

 

A segunda explosão ocorreu perto de uma mesquita xiita em Mazar-i-Sharif, no norte do país. Quatro pessoas morreram.

Os fieis estavam marcando o Festival de Ashura, considerado o mais importante do calendário xiita.

Em nota, a Unama deu as condolências aos familiares das vítimas dos ataques que descreveu como “brutais”. A Missão afirmou que os atentados não têm nenhuma justificativa.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud