ONU pede a líderes acordo sobre Protocolo de Quioto

1 dezembro 2011

Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra do Brasil pede mudanças no encontro na África do Sul.

[caption id="attachment_208301" align="alignleft" width="350" caption="Foco em combater os efeitos da mudança climática"]

Manuel Matola, de Durban para a Rádio ONU.

A secretária-executiva da Convenção da ONU para as Alterações Climáticas, Christiana Figueres, considerou fundamental que os líderes mundiais alcancem um acordo global que respeite o Protocolo de Quioto.

O apelo, visando relançar o processo de redução de gases responsáveis pelo efeito de estufa, foi lançado esta segunda-feira na cidade sul-africana de Durban, onde decorre a 17ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, COP-17.

Financiamentos

O futuro do Protocolo de Quioto, que impõe objectivos de redução de emissões de gás com efeito estufa a 40 países industrializados é um dos principais temas da cimeira das Nações Unidas. A reunião deverá discutir ainda questões relacionadas com financiamentos para os países mais vulneráveis combaterem as mudanças climáticas.

Em declarações à Rádio ONU, em Durban, a representante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra do Brasil, Cássia Bechara, mostrou-se pessimista com a possiblidade de os líderes mundiais alcançarem um acordo sobre a segunda fase do Protocolo de Quioto que expira em 2012.

“A importância de estarmos aqui é podermos colocar aquilo que entendemos sobre o que são as causas das mudanças climáticas. Mas|com relacão aos acordos que podem sair daí, não temos muita expectativa, porque o que temos são acordos onde o máxinmo que pode ser feito é minimizar as consequências do problema e não resolvê-lo, pelo que, no nosso ponto de vista, teriam que ser tomadas atitudes com relação ao sistema que gera o problema”.

A Cimeira sobre mudanças climáticas, que vai até ao dia 9 de Dezembro, conta com a participação de delegados de mais de 190 nações.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud