Fado torna-se Patrimônio Cultural Imaterial da Unesco
BR

28 novembro 2011

Música portuguesa foi eleita, neste domingo, pelo Comitê da agência; Unesco também listou o ritual Yaokwa da tribo Enawenê-Nawê, do sul da Amazônia, entre os patrimônios sob urgência de salvaguarda.

[caption id="attachment_208106" align="alignleft" width="350" caption="Foto: Unesco"]

Susete Sampaio, da Rádio ONU em Lyon.*

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, elegeu o fado, de Portugal, Patrimônio Cultural Imaterial.

No anúncio, feito neste domingo, a agência da ONU explicou o estilo musical como uma “síntese multicultural da música afro-brasileira, de gêneros locais de música e dança, música rural e padrões musicais urbanos do início do século 19.”

Série de Regras

O fado foi a última candidatura analisada, no domingo, pelo Comitê Intergovernamental de Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial da Unesco.

A partir de agora, o gerenciamento do fado passará a contar com uma série de regras a cumprir pelos novos membros da lista da Unesco.

Ainda neste domingo, a agência informou que o ritual Yaokwa, da tribo amazônica, Enawenê-Nawê foi adicionado à Lista do Patrimônio Imaterial com urgência de salvaguarda.

Para a Unesco, o Yaokwa e a biodiversidade local representam “um ecossistema delicado e frágil cuja continuidade depende diretamente da salvaguarda”.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud