Unesco escolhe o fado, de Portugal, como Património Imaterial da Humanidade

28 novembro 2011

Estilo musical português foi eleito, neste domingo, pelo Comité da agência para integrar a lista de patrimónios mundiais.

[caption id="attachment_208094" align="alignleft" width="350" caption="Ana Sofia Varela. Foto: Unesco"]

Susete Sampaio, da Rádio ONU em Lyon.

O Fado já é património mundial à luz da Organização da ONU para Educação, Ciência e Cultura, Unesco.

A canção popular urbana de Portugal foi a última candidatura a ser analisada neste domingo pelo Comité Intergovernamental de Salvaguarda do Património Cultural Imaterial da Unesco. Na sexta-edição do Comité, este ano em Bali, na Indonésia, o estilo arrecadou a unanimidade de votos do júri.

Património imaterial

Ao longo de uma semana, que termina nesta terça-feira, o júri composto de representantes de 24 países membros do Comité, escolheu entre mais de 80 candidaturas as práticas e expressões transmitidas, de geração em geração, e dignas de figurar na Lista Representativa do Património Cultural Imaterial.

Em comunicado publicado pela Unesco depois da eleição, o fado pode traduzir-se numa “síntese multicultural da música afro-brasileira, de géneros locais de música e dança, música rural e padrões musicais urbanos do início do século 19.”

Tipicamente português, o Fado - um estilo saudosista cantado nos bairros lisboetas e muito conhecido pelos estudantes de Coimbra - vê-se assim reconhecido a nível mundial.

Regras

Uma projeção que lhe vale mérito, mas também um conjunto de regras a respeitar.

Depois da eleição, a Unesco estabelece uma série de regras a cumprir pelos novos membros do património mundial. Uma ajuda financeira será atribuída a atividades de salvaguarda, assim como vão ser examinados os primeiros relatórios periódicos dos Estados que vão pôr em prática a Convenção.

Também neste domingo, foram aceites para a lista da Unesco a candidatura conjunta das comunidades Sénoufo do Mali e do Burkina Fasso, assim como a música mexicana dos Mariachi, esta última com direito a uma atuação para comemorar.

Só podiam propor elementos nacionais para as listas do Património Cultural as nações com pertença ao grupo dos 137 países que ratificaram a Convenção para Salvaguarda do Património Imaterial, adotada pela Unesco em 2003.

Brasil

Na mesma semana, foi distinguido para a lista do Património Imaterial de Salvaguarda de Urgência o Yaokwa, um ritual da tribo Enawene Nawe, instalada no sul da Amazónia e associado à manutenção da ordem social e cósmica.

Este rito e a biodiversidade local que celebra, representam, segundo a Unesco, “um ecossistema delicado e frágil cuja continuidade depende diretamente da salvaguarda”.

Acompanhe também a reportagem especial de João Rosário sobre o fado.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud