Conselho de Direitos Humanos fará sessão sobre violência na Síria
BR

18 novembro 2011

Encontro deve ocorrer nas próximas semanas após a entrega do relatório da Comissão Independente de Inquérito, dirigida pelo professor brasileiro Paulo Sérgio Pinheiro.

[caption id="attachment_206193" align="alignleft" width="350" caption="Manifestantes na Síria"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A situação da violência política na Síria, que já matou mais de 3,5 mil pessoas, deve ser debatida, nas próximas semanas, pelo Conselho de Direitos Humanos da ONU.

A informação foi dada a jornalistas, nesta sexta-feira, pelo órgão com sede em Genebra, na Suíça.

Mais Democracia

O encontro será realizado logo após a entrega do relatório da Comissão de Inquérito Independente, que é dirigida pelo professor brasileiro, Paulo Sérgio Pinheiro.

A violência na Síria começou em meados de março, quando manifestantes saíram às ruas do país árabe para protestar contra o regime do presidente Bashar al-Assad e pedir mais democracia.

A equipe de relatores não conseguiu autorização para entrar na Síria e apurar as alegações de violações dos direitos humanos no país. Com isso, o grupo teve que fazer o documento com base em monitoramentos realizados em países vizinhos.

O governo sírio se opôs à formação da Comissão de Inquérito afirmando que a mesma era “tendenciosa e 100% política”.

Nesta quarta-feira, a Liga Árabe impôs sanções econômicas e políticas à Síria. E em uma entrevista à rede britânica BBC, o rei Abdullah, da Jordânia, disse que o presidente sírio deveria renunciar ao cargo.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud