Conselho de Segurança condena ataques a embaixadas na Síria
BR

16 novembro 2011

Em nota, nesta terça-feira, órgão pediu ao país árabe que “cumpra com suas obrigações internacionais de proteger diplomatas”; segundo agências de notícias, base aérea do país foi atacada, nesta quarta-feira, por militares que se opõem ao governo.

[caption id="attachment_207648" align="alignleft" width="350" caption="Protestos na Síria"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Conselho de Segurança da ONU condenou, de forma veemente, uma série de ataques contra embaixadas na Síria.

Os ataques ocorreram no fim de semana quando a Liga Árabe anunciou que iria impor sanções à Síria por causa da violência política no país.

Obrigações Internacionais

Pelo menos 3,5 mil pessoas morreram desde o início dos protestos por democracia em meados de março.

Em nota, nesta terça-feira, o Conselho de Segurança conclamou a Síria “a cumprir suas obrigações internacionais de proteger instituições diplomáticas e consulares além do pessoal que trabalha nestas missões.”

Segundo agências de notícias, nesta quarta-feira, uma base da Força Aérea da Síria foi atacada por militares opositores do governo do presidente Bashar al-Assad.

A base em Harasta, perto da capital Damasco, teria sido destruída, mas não haveria feridos.

Em viagem à Ásia, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que é “muito importante” que o presidente sírio pare, imediatamente, com as mortes de seu próprio povo, implementando o acordo que fez com a Liga Árabe para resolver a crise.”

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud