Ataque terrorista mata três policiais do Acnur no Afeganistão
BR

31 outubro 2011

Carro-bomba explodiu em frente ao prédio das Nações Unidas em Kandahar; com a queda de uma parede, suicidas entraram no local matando os guardas e ferindo dois funcionários de apoio à segurança.

[caption id="attachment_206957" align="alignleft" width="350" caption="Centro de apoio a refugiados do Acnur no Afeganistão"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou um ataque terrorista ao escritório da organização em Kandahar, no Afeganistão.

O atentado, realizado na manhã desta segunda-feira, matou três policiais do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, que trabalhavam no local.

Ajuda Humanitária

O Acnur dividia o escritório com uma ONG afegã. Segundo testemunhas, homens-bomba explodiram um carro em frente ao prédio, e assim que uma parede caiu, eles invadiram o edifício matando três seguranças da agência.

Outros dois empregados ficaram feridos no ataque.

Ao abrir uma reunião na sede da ONU, em Nova York, nesta segunda-feira, Ban Ki-moon afirmou que este atentado só demonstra os riscos que a ONU e trabalhadores de ajuda humanitária internacionais estão correndo no Afeganistão.

Ele lembrou que o que essas pessoas fazem é tentar melhorar as condições de vida do povo afegão, numa atividade puramente humanitária.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud