Projecto internacional ajuda a promover autonomia entre jovens quenianos

31 outubro 2011

Iniciativa do Banco Mundial apoia esforços do governo para aumentar programas de trabalho para a juventude.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Um programa, patrocinado pelo Banco Mundial, está a investir para ajudar jovens do Quénia a conquistar maior autonomia.

O projecto de três componentes, fornece serviços sociais e de força laboral, com a coordenação do escritório do primeiro-ministro do país.

Desenvolvimento

Paralelamente, decorrem formações e estágios com o sector privado, dirigidos pela Aliança do Sector Privado no Quénia e uma política de capacitação e de desenvolvimento a ser implementada pelo Ministério da Juventude e do Desporto.

No total, a iniciativa deverá custar US$ 60 milhões. A primeira parcela de financiamento foi concedida pelo Banco Mundial em Fevereiro.

Em meados deste ano, o órgão internacional realizou uma revisão financeira do programa, uma decisão rotineira que visa esclarecer junto do governo questões sobre fundos estipulados para o projecto.

Entretanto, o governo queniano decidiu cancelar a primeira componente da iniciativa, para reorientar actividades que permitam promover mais emprego jovem no país da África Oriental.

O Banco Mundial decidiu emitir uma nota explicativa sobre o cancelamento, após um jornal local ter publicado que o projecto havia sido cancelado por alegações de irregularidades, o que segundo a instituição, não ocorreu.

*Apresentação: Eleutério Guevane.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud