ONU lança apelo de mais de US$ 15 milhões para El Salvador

25 outubro 2011

O país é um dos mais afectados pelas fortes tempestades que provocaram cerca de 90 mortos e afectaram 800 mil pessoas; depressão tropical faz mais de 56 mil deslocados e assola quase 70% do território.

[caption id="attachment_206756" align="alignleft" width="350" caption="Cheias em El Salvador "]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

As Nações Unidas anunciaram o lançamento, esta quarta-feira, de um apelo urgente de US$ 15,7 milhões a favor das vítimas da depressão tropical 12-E em El Salvador.

O país foi um dos mais afectados pela forte tempestade que provocou cerca de 90 mortos e afectou 800 mil pessoas na Guatemala, nas Honduras e na Nicarágua. Estradas e pontes foram danificadas devido às chuvas torrenciais que provocaram deslizamentos de terra.

Deslocados

Falando a jornalistas, em Genebra, Elisabeth Byrs, porta-voz do  Escritório da ONU de Assistência Humanitária, Ocha, disse esperar que o valor ajude 300 mil pessoas nos próximos seis meses.

A porta-voz destacou que mais de 56 mil pessoas foram deslocadas no país, que teve quase 70% do seu território afectado pelas fortes tempestades.

El Salvador, Guatemala, Honduras e Nicarágua continuam sob alerta máximo na costa do Pacífico, devido às chuvas intensas e constantes que têm afectado a região desde 12 de Outubro, indica o Ocha.

Nicarágua

Na Nicarágua, uma equipe de cinco especialistas em desastres da ONU disse que o país precisa de ajuda internacional. O Ocha refere  que também está a ser preparado um apelo urgente para o país.

A ONU estima que mais de 1,2 milhão de pessoas tenham sido afectadas pelas fortes  tempestades na América Central, quando surgem relatos da evolução de problemas de saúde pública com o registo de doenças relacionadas às cheias.

Ajuda Alimentar

Entretanto, sem referir o número exacto de pessoas que precisam de ajuda alimentar, o Programa Mundial de Alimentação anunciou o inicio de uma operação de emergência na região.

Em cooperação com os governos locais, a agência disse ter prestado assistência alimentar a 230 mil pessoas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud