ONU alerta para urgência de investir na prevenção de desastres

13 outubro 2011

Secretário-Geral lembra devastação causada por cheias, terramotos, maremotos e secas em 2010; UN-Habitat prevê que desastres ambientais provoquem até 200 milhões de deslocados em todo o mundo, até 2050.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A segurança nuclear e o medo da ameaça de múltiplos riscos tecnológicos tornam ainda mais urgente a redução da vulnerabilidade aos desastres, refere o Secretário-Geral da ONU.

Em mensagem alusiva ao Dia Internacional de Redução do Risco de Desastres, celebrado neste 13 de Outubro, Ban Ki-moon lembrou que o mundo foi marcado por cheias, terramotos, maremotos e secas devastadoras, em 2010.

Boa Notícia

No pronunciamento, Ban refere que a boa notícia é que alguns países mostraram que é possível reduzir os riscos de inundações e ciclones. Ele aponta que investimentos em alertas precoces e em outras medidas estão a gerar frutos.

Receios de ocorrência de um novo acidente nuclear aumentaram desde o incidente na central japonesa de Fukushima-Daichi, após o terremoto e o tsunami ocorrido a 11 de Março deste ano.

Segurança

Desde então, líderes mundiais, incluindo altos funcionários da ONU,  têm discutido como melhorar a qualidade da segurança internacional para instalações nucleares.

O Secretário-Geral disse que o investimento, hoje, para um futuro mais seguro deveria ser uma preocupação diária para todos.

Desastres Ambientais

A propósito da data, o Programa da ONU para Assentamentos Humanos, UN-Habitat anunciou que desastres ambientais provocariam 200 milhões de deslocados em todo o mundo, até 2050.

A agência alerta que a maioria destes seria forçada a deixar suas casas devido ao aumento do nível dos oceanos, da frequência de inundações e o das secas.

A UN-Habitat aponta, igualmente, a urbanização não planeada e sublinha que a  perturbação climática será particularmente grave em zonas costeiras de baixa altitude, onde estão localizadas as maiores cidades do mundo.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud