ONU condena ataque que matou três boinas-azuis em Darfur
BR

11 outubro 2011

As vítimas são militares e um conselheiro de polícia; outras seis pessoas ficaram feridas, três delas em estado grave.

[caption id="attachment_206181" align="alignleft" width="350" caption="Soldados de paz sofreram emboscada"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou com veemência um ataque ocorrido na província de Darfur, no Sudão, nesta segunda-feira. O atentado foi direcionado a membros da Missão Conjunta das Nações Unidas e da União Africana no local, Unamid.

Três boinas-azuis morreram. Outros seis militares ficaram feridos, três deles em estado grave.

Patrulha

Segundo testemunhas, o ataque foi praticado por homens armados perto do acampamento de refugiados Zam Zam, no norte de Darfur, durante a noite no Sudão. Os boinas-azuis estavam na área fazendo uma patrulha.

Ban Ki-moon enviou pêsames às famílias das vítimas e pediu às autoridades sudanesas que investiguem o atentado o mais rápido possível.

Darfur está sendo alvo de um conflito civil desde 2003 entre tropas do governo, milícias e rebeldes.

A Unamid ainda não revelou as nacionalidades das vítimas.

Desde o início da missão conjunta, em 2008, 32 funcionários da Unamid foram mortos em serviço.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud