Ação de promotor de tribunal da ONU inspira documentário de TV
BR

7 outubro 2011

Luis Moreno Ocampo foi eleito para o Tribunal Penal Internacional, TPI, em 2003; “Promotor”, do diretor Barry Stevens, será exibido neste domingo pelo “Documentary Channel”, nos Estados Unidos.

[caption id="attachment_205780" align="alignleft" width="350" caption="Luis Moreno-Ocampo"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O trabalho do promotor-chefe do Tribunal Penal Internacional, TPI, Luis Moreno Ocampo, inspirou um documentário que será exibido neste domingo pelo canal a cabo “Documentary Channel”, nos Estados Unidos.

O filme mostra o jurista argentino, Moreno Ocampo, em algumas de suas missões, como por exemplo, uma visita a um vilarejo na República Democrática do Congo.

Informações

O promotor é lembrado pelas ordens de prisão a líderes internacionais por crimes de guerra e contra a humanidade. Segundo o documentário, sem muito poder político, Moreno Ocampo tem que usar o poder de persuasão para convencer populações inteiras sobre o conceito de “justiça global”.

A produção é do diretor Barry Stevens e tem o apoio do Conselho Nacional de Filmes do Canadá.

Em uma entrevista ao Jornal Metro, o promotor afirmou que o documentário pode ajudar às pessoas entenderem que o TPI é uma instituição da comunidade internacional, e que qualquer um pode dar informações ao tribunal.

Na mesma entrevista, ele disse que a prisão do ex-líder líbio, Muammar Kadafi, é apenas uma questão de tempo. Moreno Ocampo também recomendou mandados de captura para o presidente do Sudão, Omar al-Bashir.

Ele afirmou ao Jornal Metro que tem o melhor emprego do mundo, como promotor-chefe do Tribunal em Haia.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud