ONU elogia decisão da Arábia Saudita de permitir que mulheres votem
BR

30 setembro 2011

Em nota, Ban Ki-moon afirmou que a mudança representava um “passo importante”; voto valerá apenas para eleições municipais a partir de 2015.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas emitiram uma nota elogiando uma nova medida na Arábia Saudita que permitirá que as mulheres do país votem em eleições municipais.

Elas também receberam autorização para serem nomeadas para o Conselho Shura, que equivale ao Parlamento local. Mas as mudanças só serão implementadas para as eleições de 2015.

Agências do Governo

O anúncio foi feito pelo rei saudita Abdullah. O Conselho Shura é formado por 60 membros, todos nomeados pelo monarca.

O órgão consultivo tem as mesmas funções de um Parlamento com poder de aprovar leis, fiscalizar o funcionamento das agências do governo além de investigar casos púlicos.

Em nota, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que a decisão de permitir o voto feminino em eleições municipais é um “passo importante para os direitos fundamentais e civis,” na Arábia Saudita.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud