Terrorismo continua ameaça poderosa, alerta Ban

28 setembro 2011

Secretário-Geral destaca efeitos para a economia e estabilidade global, na comemoração de uma década da aprovação da resolução contra o terrorismo.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque

O Secretário-Geral da ONU disse que o terrorismo ainda é uma ameaça tão poderosa como era há 10 anos.

Ban Ki-moon falava na sede da ONU, na reunião especial do Comité contra o Terrorismo, realizada para comemorar uma década da aprovação da resolução contra a ameaça.

Perigo Global

Ban disse que repetidos ataques terroristas resultaram em graves consequências económicas para a estabilidade dos Estados e harmonia regional. Ele saudou a resolução do conselho e considerou que deve garantir que nenhum esforço seja poupado para reforçar a acção contra o perigo global.

A 28 de Setembro de 2001, o Conselho de Segurança adoptou a resolução 1373 sobre o combate ao terrorismo. A medida, aprovada dias após os ataques de 11 de Setembro, nos Estados Unidos, visava contribuir nos esforços de combate à ameaça.

Sanções

O documento, que estabelece obrigações comuns para todos os Estados-membros, prevê medidas, sob a forma de sanções, para evitar actos de terrorismo a nível mundial.

A mensagem do Comité, actualmente presidido pela Índia, aponta que 10 anos após a aprovação da resolução, houve avanços que incluem a introdução de novos mecanismos de segurança, maior troca de informação sobre segurança entre Estados e a criminalização do terrorismo na legislação de vários países.

De acordo com a ONU, dezenas de milhares de pessoas perderam a vida devido a actos terroristas em todo o mundo.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud