Promessa de novos financiamentos para vacinação contra doenças infantis

27 setembro 2011

Aliança global de saúde público-privada, apoiada pela ONU, quer conter  diarreia grave e a pneumonia; juntas as enfermidades matam anualmente mais de 2,8 milhões de crianças na sua maioria em África.

[caption id="attachment_205501" align="alignleft" width="350" caption="Aliança global deve fornecer financiamento a 16 países para introduzir vacina contra rotavírus"]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Dezenas de países em desenvolvimento vão receber financiamento para a compra de vacinas contra doenças infantis mais comuns. O montante deve cobrir a imunização contra a diarreia grave e a pneumonia.

De acordo com Jeffrey Rowland, porta-voz  da Aliança Gavi, uma iniciativa global de saúde público-privada, a diarreia grave e a pneumonia matam mais de 2,8 milhões de crianças por ano, na sua maioria em África.

Diarreia Grave

Segundo explicou, o rotavírus - a maior causa de diarreia grave em crianças menores de cinco anos - mata anualmente mais de meio milhão de crianças. O mais afetado é o continente africano.

Por seu turno, a doença pneumocóccica causa meningite, pneumonia e sepsis. Devido à enfermidade, mais de meio milhão de crianças, maioritariamente em África e na Ásia, morre anualmente.

Investimento

O responsável considerou o investimento em vacinas um dos melhores na saúde global, e reafirmou a aposta da Aliança em continuar a assegurar o acesso de todas as crianças dos países ricos e pobres às vacinas.

No total, 16 países devem receber financiamento para introduzir a vacina contra rotavírus e outros 18 serão financiados para introduzir as vacinas pneumocóccicas pela aliança apoiada pela ONU.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud