Vacina combinada começa a ser administrada a crianças burundesas

21 setembro 2011

Primeira campanha do género em África é apoiada por agências da ONU e deve abranger 320 mil crianças menores de um ano.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Burundi deu início a uma campanha de vacinação contra infecções respiratórias agudas em crianças. A iniciativa nacional, iniciada esta terça-feira, deve abranger 320 mil crianças menores de um ano.

A nova campanha junta-se à imunização contra a tuberculose, poliomielite e sarampo.  A vacina é combinada à imunização contra a difteria, tétano, tosse convulsa, hepatite B e gripe hemofílica.

Parceria

A iniciativa é apoiada pelo Fundo da ONU para a Infância e a Organização Mundial da Saúde, OMS e a Aliança Público-Privada Global para Vacinas e Imunizações, Gavi.

No Burundi, as infecções respiratórias agudas, que incluem pneumonia causada pelo pneumococo, constituem a segunda maior causa de mortalidade infantil em menores de cinco anos.

Em todo o mundo, mais de 1,6 milhões morrem, anualmente, devido às infeções causadas pelo pneumococo. As infecção pelo agente é responsável pela perda de mais de 1 milhão de crianças menores de cinco anos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud