ONU reavalia ameaças à segurança após ataque na Nigéria
BR

1 setembro 2011

Segundo governo nigeriano, pelo menos 23 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas; vice-secretária-geral se reúne, nesta quinta-feira, com funcionários em Nova York após visista ao país africano.

[caption id="attachment_204034" align="alignleft" width="350" caption="Asha Migiro concedeu entrevista aos veículos de comunicação da ONU após retornar de Abuja, onde ocorreu o ataque à ONU"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas informaram que irão fazer uma reavaliação global sobre ameaças à organização.

O anúncio foi feito após um ataque suicida ao prédio da ONU em Abuja, capital da Nigéria.

Autoria

Segundo o governo nigeriano, pelo menos 23 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas na explosão do carro-bomba, na sexta-feira passada.

A ONU informou que entre os mortos estavam 11 funcionários nacionais e internacionais.

De acordo com agências de notícias, o grupo islâmico Boko Haram teria assumido a autoria do ataque. Após retornar de Abuja, a vice-secretária-geral da ONU, Asha-Rose Migiro, deverá se reunir com funcionários da ONU nesta quinta-feira para dar mais informações sobre o ataque.

A sede das Nações Unidas na Nigéria abriga 26 agências e programas de ajuda humanitária e desenvolvimento.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud