Paris abriga cimeira para discutir futuro da Líbia pós-Kadafi
BR

1 setembro 2011

Para o Secretário-Geral da ONU, que participa do encontro, o maior desafio agora é a questão humanitária; reunião conta com dezenas de líderes internacionais incluindo o presidente da França, Nicolas Sarkozy.

[caption id="attachment_204023" align="alignleft" width="350" caption="Ban Ki-moon está sendo acompanhado pelo assessor de planejamento para a Líbia, Ian Martin (direita), pelo enviado especial ao país, Abdel Al-Khatib (esquerda)"]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que o desafio humanitário é o mais imediato na Líbia. A declaração foi feita na cimeira sobre o país africano que está ocorrendo nesta quinta-feira, em Paris.

Participam ainda do encontro, batizado de “Cimeira Amigos da Líbia”, o presidente da França, Nicolas Sarkozy, e o premiê britânico, David Cameron, além da secretária americana de Estado Hillary Clinton.

Forte Pressão

O objetivo é debater o futuro da Líbia após o regime de Muammar Kadafi.

Em seu discurso a cerca de 60 líderes mundiais, Ban Ki-moon disse que os serviços públicos estão sob forte pressão, incluindo em hospitais e clínicas.

De acordo com o Secretário-Geral, cerca de 60% da população da capital líbia, Trípoli, estão sem água ou saneamento básico.

Segundo agências de notícias, a reunião desta quinta-feira em Paris deverá servir para que o Conselho Nacional de Transição, CNT, liderado pelos opositores de Kadafi, peçam ajuda externa. O auxílio seria nas áreas de segurança, reconstrução e preparação do país para a democracia.

Após uma sessão do Conselho de Segurança da ONU, nesta terça-feira, o assessor de planejamento de Ban para a Líbia, Ian Martin, afirmou que haveria um desejo forte do órgão e do CNT para que a ONU desempenhasse um “papel fundamental” no apoio à assistência internacional para o país.

*Apresentação: Luisa Leme, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud