Celebrações do Dia do Comércio de Escravos movimentam

22 agosto 2011

Eventos marcados para várias partes do mundo honram às vítimas, neste 23 de Agosto; no Gana, professores de escolas associadas à Unesco reflectem sobre comércio transatlântico.

[caption id="attachment_203476" align="alignleft" width="350" caption="Comemorações de 2011 coincidem com celebrações do Ano Internacional dos Afrodescendentes"]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Centenas de pessoas participam em actividades de comemoração do Dia Internacional da Memória do Comércio de Escravos e sua Abolição, assinalado nesta terça-feira, 23 de Agosto.

O Gana marcou o arranque da série de eventos que, em África, serão igualmente realizados na República Democrática do Congo e no Senegal.

Reflexão

De acordo com a Unesco, mais eventos de reflexão devem juntar comunidades de afrodescendentes nos EUA, Canadá, Granada, Trindade e Tobago, Reino Unido, entre outros países.

A experiência envolveu professores de escolas associadas à Unesco em África, Caraíbas, Europa e América do Norte, num projecto que prevê o ensino de matérias sobre o comércio transatlântico de escravos para promover o diálogo intercultural.

Visitas

O intercâmbio de Accra, realizado na primeira quinzena de Agosto, incluiu visitas ao Museu Nacional de Gana, Centro de Cultural Pan-Africano e culminou com um workshop.

O Dia Internacional da Memória do Tráfico de Escravos e sua Abolição  foi celebrado pela primeira vez no Haiti, em 1998. As  comemorações de 2011 coincidem com as celebrações do Ano Internacional dos Afrodescententes, pela ONU, sob o lema “30 milhões de Histórias Não-Contadas”.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud