Brasil deve compartilhar com o mundo experiências como o Fome Zero, diz Cristina Amaral
BR

17 agosto 2011

Em entrevista à Rádio ONU, a chefe de serviços de operações de emergência da FAO para a África, falou das expetativas da reunião ministerial da agência nesta quinta-feira.

Yara Costa, da Rádio ONU em Nova York.

Ministros da Agricultura dos países membros da ONU estarão reunidos nesta quinta-feira em uma reunião da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, em Roma.

Em entrevista à Rádio ONU, da capital italiana, a Chefe de serviços de operações de emergência da FAO para a África, Cristina Amaral, falou sobre a posição de destaque do Brasil na reunião.

"O Brasil poderá começar a posicionar-se também como um país doador, que tenha uma contribuição maior ao desenvolvimento dos países que ainda tem dificuldades no seu nível de desenvolvimento e apropriação de tecnologias", disse.

Cooperação Sul-Sul

A engenheira Cristina Amaral lembrou que o Brasil poderá compartilhar o conhecimento de como tornar produtivas regiões áridas e semi-áridas, para intensificar a cooperação entre os países do hemisfério sul.

Amaral lembrou que o caso de sucesso do Brasil no combate à fome coloca o país em posição de referência, destacando os programas sociais do governo, como o Fome Zero, o Bolsa Escola e o Bolsa família.

O encontro da FAO nesta quinta-feira para discutir crise humanitária no  Chifre de África vai reunir ministros da Agricultura de vários países.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud