Funcionários não essenciais da ONU transferidos temporariamente da Síria

17 agosto 2011

Coordenador especial da ONU para o Líbano diz-se preocupado com a situação na cidade portuária de Latakia; ataques na cidade teriam resultado na morte de dezenas de pessoas.

Yara Costa, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

As Nações Unidas anunciaram a transferência temporária de  26 funcionários não essenciais e suas famílias da Síria.

O coordenador especial da ONU para o Líbano, Michael Williams disse, esta quarta-feira, à agência Reuters, que estava “muito preocupado” com a situação na cidade portuária de Latakia, no norte.

De acordo com agências noticiosas, forças militares sírias envolveram-se num ataque no fim-de-semana que teria causado dezenas de mortos.

Liberdade

O ataque a Latakia é o último de uma série de confrontos entre as forças governamentais e os manifestantes, iniciados em Março na sequência de protestos populares a exigir mais liberdade.

As manifestações são parte de onda de revolta em todo o Norte de África e do Médio Oriente, que causou a queda dos regimes da Tunísia e no Egipto e os conflitos na Líbia.

De acordo com a ONU, os confrontos na Síria já causaram cerca de 2 mil mortes nos últimos cinco meses. O Secretário-Geral, Ban Ki-moon, já se manifestou contra a repressão do governo.

*Apresentação: Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud