Relatório aponta violações no Kordofan do Sul como possíveis crimes de guerra
BR

15 agosto 2011

Relatos incluem “execuções extrajudiciais, prisões arbitrárias e desaparecimentos forçados” durante enfrentamentos entre Forças Armadas do Sudão  e os ex-rebeldes do Exército de Libertação do Povo do Sudão do Norte.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

Alegadas violações ocorridas no estado sudanês de Kordofan do Sul, em Junho, podem constituir crimes de guerra e contra a humanidade, aponta o Escritório da ONU dos Direitos Humanos.

No relatório conjunto produzido com a Missão da ONU no Sudão, Unmis, são relatadas violações na cidade de Kadugli, nas montanhas da Núbia e arredores. O documento foi divulgado nesta segunda-feira, em Genebra.

Execuções Extrajudiciais

Kadugli foi alvo de confrontos entre Forças Armadas do Sudão, SAF, e o braço do Exército de Libertação do Povo do Sudão do Norte, Spla-n, desde 5 de Junho.

Além do deslocamento maciço, os relatos das violações incluem “execuções extrajudiciais, prisões arbitrárias, detenções ilegais, desaparecimentos forçados, ataques contra civis, saques de casas de civis e destruição de propriedades.”

Perda de vidas

Também foram reportados bombardeios aéreos sobre áreas civis em Kadugli e em outras regiões de Kordofan do Sul, que teriam causado “perda significativa de vidas”.

A alta comissária para os Direitos Humanos, Navi Pillay considerou os acontecimentos de Kordofan do Sul  “tão graves, que é essencial um inquérito independente, rigoroso para que os criminosos prestem contas”.

Investigadores

O relatório se refere ao período de 5 a 30 de Junho mas a violência contínua preocupa Pillay que recomendou que seja permitido o livre acesso aos investigadores das alegadas violações.

A existência de valas comuns e relatos sobre um possível uso de armas químicas não foram totalmente verificados pelos investigadores da ONU.

*Apresentação, Luisa Leme da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud