Secretário-Geral lamenta mortes do acidente de helicóptero no Afeganistão
BR

8 agosto 2011

Ban Ki-moon expressou profunda tristeza com a notícia do acidente que matou mais de 30 soldados afegãos e norte-americanos.

Yara Costa, da Rádio ONU em Nova York.

Num comunicado ofical, o Secretário-Geral, Ban Kin-moon, deu os pêsames às famílias e entes queridos das vítimas e expressou suas condolências profundas aos governos do Afeganistão e dos Estados Unidos que perderam soldados no acidente de helicóptero na madrugada de sábado.

Segundo agências de notícias, a queda do helicóptero Chinook em um distrito da província de Wardak, a oeste de Cabul, teria sido causada por ataque do Taleban no leste do Afeganistão.

Conflito Afegão

Trinta soldados norte-americanos e oito afegãos foram mortos no que, segundo os relatos da mídia, está sendo chamada a maior perda isolada dos Estados Unidos no conflito afegão.

Segundo divulgou a mídia, os militares dos EUA estão tentando confirmar se um fogo insurgente derrubou o helicóptero.

Talibãs

Funcionários, testemunhas e os talibãs disseram que o helicóptero Chinook foi derrubado por insurgentes durante uma missão de combate.

Existem atualmente 140 mil tropas estrangeiras - cerca de 100 mil são norte-americanas - no Afeganistão, combatendo a insurgência talibã e as tropas de formação local.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud