Iniciativa apoiada pela ONU vai dar acesso a 3 milhões de telemóveis

5 agosto 2011

Primeiro projecto piloto ocorreu em Madagáscar; maioria dos beneficiados são mulheres.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Três milhões de desfavorecidos africanos e asiáticos, na sua maioria mulheres, terão acesso a telemóveis de baixo custo. O projecto resulta de uma parceria tecnológica entre a operadora britânica Movirtu e a iniciativa apoiada pela ONU com o sector privado, visando ajudar a combater a pobreza.

Com um número do telemóvel, os beneficiários devem efectuar e receber chamadas individuais e ter acesso a informações e serviços vitais, incluindo bancários ou de apoio à agricultura.

Acesso à informação

O empreendimento faz parte da Campanha de Acção Empresarial, Bcta, uma iniciativa global apoiada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Pnud.

O regime de responsabilidade corporativa conhecida como Pacto Global da ONU, que agrega várias outras organizações e governos, deve garantir um potencial de ganhos de mil milhões de pessoas que vivem com um rendimento entre  US $ 1 a 2 por dia.

A empresa do Reino Unido pretende alargar os serviços a pelo menos 12 mercados da África Austral e Sul da Ásia até princípios de 2013, permitindo que 50 milhões de pessoas tenham acesso à tecnologia. As metas prevêem que 3 milhões possam usar os telemóveis de forma regular. O primeiro mercado-piloto  da Movirtu foi Madagáscar.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud