Exclusiva: Ramaís de Castro Silveira

4 agosto 2011
Secretário-Executivo de Direitos Humanos diz à Rádio ONU que Brasil continuará apurando crimes da ditadura.
Nesta entrevista, ele defendeu o diálogo sobre o passado para finalizar a transição democrática.  Segundo o vice-ministro,  este é um tema não só do Brasil, mas de vários países latino-americanos afetados pelo regime militar.
O ministro está em Nova York participando da reunião do Grupo de Trabalho das Nações Unidas sobre Pessoas Idosas.  Ele afirmou que o tema está sendo discutido no Brasil em seminários que deverão ouvir a voz da terceira idade na formulação de políticas públicas.
Ramaís de Castro Silveira falou ainda sobre a cooperação do Ministério dos Direitos Humanos com países africanos de línguas portuguesa.
Acompanhe a entrevista concedida à Mônica Villela Grayley.
Tempo: 15´30´´

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud