ONU condena morte de quatro capacetes azuis em Abyei

2 agosto 2011

O grupo morreu após detonar minas terrestres durante uma patrulha; sete capacetes azuis ficaram feridos na explosão.

[caption id="attachment_202555" align="alignleft" width="350" caption="ONU lamenta morte de quatro capacetes azuis no Sudão"]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Secretário-Geral da ONU, manifestou, esta terça-feira, a sua tristeza pela morte de quatro soldados ao serviço da Força Interina de Segurança das Nações Unidas para Abyei , Unifsa.

Falando a jornalistas, em Nova Iorque,  o porta-voz de Ban Ki-moon, Martin Nesirky, anunciou que os quatro morreram após detonar minas terrestres durante uma patrulha em Mabok, a sudeste da Vila de Abyei.

Feridos

De acordo com o porta-voz, Ban expressou o mais profundo pesar às famílias, amigos e colegas das vítimas, bem como para o Governo da Etiópia. Ele acrescentou que o Secretário-Geral está preocupado com o bem-estar dos sete capacetes azuis que ficaram feridos na explosão.

Em Janeiro, desacordos relativamente à elegibilidade dos eleitores ditaram o adiamento do referendo para decidir se a região de Abyei, rica em recursos naturais, devia pertencer ao norte ou ao sul do Sudão.

Em Junho, Ban pediu às partes envolvidas que continuem a cooperar com a União Africana em alcançarem consenso em aspectos do Acordo Abrangente de Paz, assinado em 2005, que pôs termo ao conflito de mais de duas décadas entre as duas partes.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud