Divulgada identidade de 4 acusados da morte do ex-primeiro-ministro do Líbano

29 julho 2011

Durante o pré-julgamento, o juíz do Tribunal Especial do Líbano ordenou o fim do sigilo e pediu a identificação completa dos acusados de envolvimento.

[caption id="attachment_202418" align="alignleft" width="350" caption="Quatro acusados do assassinato do ex-primeiro-ministro do Líbano"]

Yara Costa, da Rádio ONU, em Nova York.

Jamil Salim Ayyash, Mustafa Amine Badreddine, Hussein Hassan Oneissi, Assad Hassan Sabra são os nomes dos acusados do ataque de 14 de fevereiro de 2005 que matou o ex-primeiro-ministro libanês Rafiq Hariri e outros.

Nomes completos, informações biográficas, fotografias e as acusações contra os indivíduos foram divulgadas por ordem do juiz durante o pré-julgamento.

Acusação

A ordem afirma que, o promotor Daniel A. Bellemare mostrou que o levantamento do sigilo destas informações "não contradiz a lei libanesa que diz respeito a prisões execução e que tornar as informações disponíveis ao público pode aumentar a probabilidade de o acusado ser preso. "

O prazo para as autoridades do Líbano para informar sobre os progressos alcançados na realização dos mandados de prisão é em 11 de agosto.

As autoridades libanesas têm uma responsabilidade permanente para prender, deter e transferir o acusado.

Tribunal Especial para o Líbano

Em 13 de dezembro de 2005, o Governo da República do Líbano pediu às Nações Unidas para estabelecer um tribunal de caráter internacional para julgar todos os supostos responsáveis ​​pelo atentado de 14 de Fevereiro de 2005, em Beirute, que resultou na morte do ex-primeiro-ministro, Rafiq Hariri, e na morte ou lesão de outras pessoas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud