Presidente de Comitê da ONU elogia estilo de governar de Dilma Rousseff
BR

29 julho 2011

Para acadêmica e feminista, Sílvia Pimentel, líder brasileira está impondo ‘marca própria’ e deve inspirar mais mulheres a fazer política partidária.

[caption id="attachment_197615" align="alignleft" width="350" caption="Dilma Rousseff"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A presidente da Comissão das Nações Unidas de Eliminação da Discriminação a Mulheres, Cedaw, Sílvia Pimentel, afirmou que a eleição de Dilma Rousseff deve levar a um aumento da participação feminina na política brasileira.

Sílvia Pimentel encerrou, nesta sexta-feira, em Nova York os trabalhos da 49ª. sessão da Cedaw, onde foi analisada a situação das mulheres em vários países incluindo Nepal, Costa Rica e Itália.

Maneira Competente

Ao falar à Rádio ONU sobre os progressos das mulheres no Brasil, a professora Sílvia Pimentel, elogiou o estilo de gerenciamento da presidente Dilma Rousseff.

“Eu acho que essa mulher tem uma história extraordinária. Mas não tem só uma história e um passado extraordinário. Ela tem um presente e um passado muito próximo, que é de todo o trabalho que ela desenvolveu no governo anterior. E ela hoje, nesse governo enquanto presidente, está mostrando com que força e vontade ela está tentando desempanhar da maneira competente. Ela é uma grande mulher, gerente e administradora.”

Recomendações

Acadêmica e feminista, Sílvia Pimentel participa da Cedaw há vários anos como especialista na causa das mulheres. Em janeiro, ela foi eleita para presidir o comitê que conta com feministas de todo o mundo.

O objetivo do grupo é acompanhar os progressos e desafios sobre a discriminação a mulher, analisar a situação das mulheres em vários países que se comprotem em combater o problema, e fazer recomendações para o fim da discriminação e desvantagens baseadas em gênero.

As sessões da Cedaw são realizadas, alternadamente, em Genebra e Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud