Acnur anuncia apelo revisado de US$ 145 milhões para Corno de África

28 julho 2011

Agência quer um aumento de US$ 8,6 milhões a mais do que a quantia anunciada no início deste mês.

[caption id="attachment_202328" align="alignleft" width="350" caption="Apelo de fundos adicionais "]

Yara Costa, da Rádio ONU, em Nova York.

O Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, anunciou hoje seu apelo de fundos adicionais para expandir a sua assistência humanitária no Oriente e no Corno da África.

Requisitos revistos pelo Acnur para responder à emergência na Somália e a crise de refugiados que tem gerado na Etiópia e no Quênia já chega a US$  144,9 milhões - um aumento de US$  8,6 milhões de dólares a partir do apelo original emitido no início de julho.

Situação agravada

Segundo a agência, a grave situação de fome e a violência contínua tem agravado o deslocamento em massa de pessoas dentro e fora das fronteiras da Somália.

Na Somália, os fundos adicionais vão permir o aumentar da assistência e suprimentos de emergência para cerca de 180 mil pessoas.

A agência também vai reforçar o rastreamento de movimentos da população através de uma rede de cerca de 80 parceiros no terreno, e aumentar a sua presença em áreas de deslocamento, incluindo Mogadíscio, na Somália central e áreas de fronteira com o Quénia e a Etiópia.

Emergência

O diretor do Acnur em África, George Okoth-Obbo, disse ser "imperativo que a agência esteja habilitada para melhorar suas atividades humanitárias de proteção e assistência para salvar vidas em risco e evitar futuros deslocamentos.", disse.

Até agora, o Acnur distribuiu pacotes de ajuda de emergência para mais de 100 mil pessoas no centro-sul da Somália, onde a seca é mais severa. Mais suprimentos estão a ser distribuídos para um adicional de 114 mil pessoas afectadas pela seca.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud