Tecnologia espacial vai monitorar patrimônios da Humanidade
BR

25 julho 2011

A iniciativa é resultado de uma parceria entre a Academia Chinesa de Ciências e a Unesco.

[caption id="attachment_202076" align="alignleft" width="350" caption="Fenômeno de Ilulissat Icefjord, na Groelândia, é monitorado do espaço"]

Anelise Borges, da Rádio ONU em Paris.

Nesta segunda-feira, 25 de julho, a Unesco inaugura um Centro Internacional para o uso de Tecnologias Espaciais em benefício do Patrimônio Cultural e Natural.

O Centro Internacional é o resultado de uma parceria entre a agência da ONU e o Centro de Observação da Terra, instituição da Academia Chinesa de Ciências.

Assistência Técnica

A intenção é fazer uma ponte entre governos e instituições internacionais, além de compartilhar conhecimentos. O Centro vai fornecer assistência técnica ao monitoramento, documentação, modelagem e apresentação do patrimônio cultural e natural.

Segundo a Unesco, apesar do grande esforço na proteção de patrimônios da Humanidade, “nem sempre existe acesso a ferramentas científicas e tecnológicas de proteção da diversidade cultural e natural”.

De acordo com a diretora-geral asisstente da Unesco, Gretchen Kalonji, o “Centro Internacional para uso de Tecnologias Espaciais em benefício do Patrimônio Cultural e Natural é um passo para fortalecer a assistência de seus Estados-membros”.

Há 10 anos, a Unesco convida agências espaciais e instituições de pesquisa do espaço para estimular a proteção do Patrimônio Mundial. Além da Academia Chinesa de Ciências, um outro parceiro nesta área é a Agência Espacial Europeia.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud