Ban preocupado com violência em protestos no Malawi

21 julho 2011

Confrontos entre manifestantes e polícia provocaram várias mortos e feridos no país da África Austral; de acordo com agências noticiosas, o exército enviou reforços a três cidades.

[caption id="attachment_202046" align="alignleft" width="350" caption="Mulheres de Lilongwé em clínica, no Malawi"]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU, em Nova Iorque.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, manifestou preocupação com as notícias de violência no Malawi, onde confrontos entre manifestantes e forças policiais causaram várias mortes e ferimentos.

De acordo com agências noticiosas, o exército enviou reforços à capital Lilongwe, a maior cidade, Blantyre, e Mzuzu no norte, no segundo dia de protestos antigovernamentais.

Perda de Vidas

O pronunciamento do Secretário-Geral foi feito, esta quinta-feira, em Nova Iorque, pelo seu porta-voz, Martin Nesirki.

De acordo com o porta-voz, Ban manifestou tristeza com a perda de vidas, tendo reiterado o seu apelo para que todas as diferenças sejam resolvidas por meios pacíficos.

Crise

Segundo as agências, os manifestantes acusam as autoridades de mergulhar o país no que consideram a pior crise económica desde a independência.

Dados das fontes oficiais indicam quw duas pessoas foram mortas quando as forças de segurança tentavam impedir saques em Lilongwé, nesta quinta-feira.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud