ONU debate violência de gênero em cinco países do Mercosul
BR

20 julho 2011

Evento termina nesta quarta-feira, em Assunção, capital do Paraguai; organizadores estão apresentando relatório sobre políticas para combater o problema na região.

[caption id="attachment_201908" align="alignleft" width="350" caption="Ban Ki-moon no vídeo da campanha "Toque a Campainha", em combate à violência contra as mulheres"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Um seminário das Nações Unidas sobre igualdade de gênero está analisando a situação da autonomia das mulheres em cinco países do Mercosul: Brasil, Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai.

O evento tem apoio da ONU Mulheres e do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, Unodc. O seminário, que termina nesta quarta-feira, ocorre no Congresso Nacional do Paraguai, em Assunção, capital do país.

Avanços e Desafios

A representante da ONU Mulheres, Verônica dos Anjos, falou à Rádio ONU, de Assunção, sobre avanços e desafios na violência de gênero, na América do Sul.

"O que nós encontramos é que se não existe uma delegacia especializada para o atendimento à violência contra a mulher, existe pelo menos uma equipe especializada nas delegacias tradicionais. Então, esse é um estado importante da pesquisa, ou seja, nesses dois setores, a gente está vendo uma mobilização e uma tentativa de atender à demanda da violência contra a mulher".

O seminário “Respostas à Violência de Gênero no Cone Sul: Avanços, Desafios e Experiências Regionais” está analisando ainda o projeto conjunto sobre o fortalecimento das delegacias da mulher.

Com a ajuda do Unodc, os participantes estão debatendo as relações de violência feminina com o tráfico de pessoas.

*Apresentação: Luisa Leme, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud