OIM manifesta preocupação com “migrantes escondidos” na Líbia

15 julho 2011

Agência diz acreditar que vários migrantes estejam a esconder-se devido ao estatuto migratório; nesta sexta-feira, a agência evacuou 230 migrantes da cidade de Misrata.

[caption id="attachment_201720" align="alignleft" width="350" caption="Líbia foi abandonada por mais de 625 mil migrantes desde Fevereiro"]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Milhares de migrantes que tentam fugir da violência na Líbia temem pelas suas vidas, de acordo com a Organização Internacional para Migrações, OIM.

Nesta sexta-feira, a agência recolheu 230 migrantes da cidade de Misrata, em poder dos rebeldes, para Bengazi, citando  relatos de “vários outros incapazes de sair.”

Migrantes Evacuados

A agência diz que continua a evacuar um número crescente de refugiados do país, que já foi abandonado por mais de 625 mil migrantes, desde Fevereiro quando iniciaramos confrontos entre forças governamentais e rebeldes.

A OIM aponta ter recebido relatos de mais de 4 mil migrantes escondidos no oásis de Kufra e na cidade de Sebha, a sul.  Acredita-se que, dispersos,  os migrantes estejam a esconder-se devido ao estatuto migratório e por incapacidade de deixar o país.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud