ONU pede maior atenção para vítimas da seca no Corno de África

11 julho 2011

Subsecretária de Assistência Humanitária cita dados do governo apontando para cerca de 5,5 milhões de necessitados; previsto agravamento da seca antes do início da época chuvosa, em Outubro.

[caption id="attachment_201050" align="alignleft" width="350" caption="Etiópia anunciou que mais de 5,5 milhões precisam de alimentos"]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU, em Nova Iorque.

Há necessidade de aumentar os esforços de distribuição de ajuda na região etíope afectada pela seca e melhorar a segurança para o acesso de funcionários humanitários, disse esta, segunda-feira, a subsecretária de Assistência Humanitária, Valerie Amos.

Falando a jornalistas, em Nova Iorque, após efectuar uma visita de dois dias à região somali da Etiópia, Amos pediu mais financiamentos e recursos para responder às necessidades urgentes e permitir o acesso humanitário às populações afectadas.

Aumento de Carenciados

De acordo com a subsecretária, até Junho cerca de 3,2 milhões de pessoas  recebiam ajuda no país, após um aumento de mais 400 mil beneficiários registado entre Fevereiro eAbril.

Nesta segunda-feira, o governo anunciou que mais cerca de 5,5 milhões pessoas estavam a precisar de alimentos - com 2 milhões situados nas zonas baixas  do sudeste, afirmou.

Abastecimentos

A carência grave de água, verificada  desde no princípio do ano, fez mais de um milhão de dependentes de abastecimentos de camiões provenientes de outras áreas do país, até finais de Abril.

Apesar do alívio trazido pelas recentes  chuvas, espera-se que a seca retorne, nos próximos meses, antes do início da época chuvosa em Outubro.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud