Após independência, Sudão do Sul deve se tornar o mais novo membro da ONU
BR

8 julho 2011

Cerimônia, neste sábado, reunirá chefes de Estado e governo em Juba, a capital do novo país; Secretário-Geral, Ban Ki-moon, já confirmou presença.

[caption id="attachment_200747" align="alignleft" width="350" caption="Nova fase da operação da ONU deve ser inaugurada no novo país"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

Neste sábado, 9 de julho, a África assistirá ao nascimento de mais um país: o Sudão do Sul.

Localizado no centro-leste do continente, o Sudão do Sul decidiu pela independência do norte do Sudão com a realização de um referendo em janeiro.

Membro 193

Vários chefes de Estado e governo estão sendo esperados na capital Juba para a cerimônia.  O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, já confirmou presença no evento.

Após alcançar sua soberania, o Sudão do Sul se tornará o membro de número 193 das Nações Unidas. A recomendação para pertencer à organização será analisada na próxima semana.

O referendo, realizado em janeiro, foi parte do Acordo Abrangente de Paz entre o norte e o sul do Sudão, que colocou fim a anos de guerra civil entre as duas partes.

Refugiados

Por causa de vários anos de conflito entre o norte e o sul do Sudão, muitos sudaneses do sul fugiram da região. Estima-se que até 2 milhões estejam morando no norte e queiram voltar para suas casas após a independência.

Desde a realização do referendo em janeiro, cerca de 300 mil já retornaram.

*Apresentação: Daniela Gross, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud